tal de besouro

Um dia cheguei na roda e um moleque me chamou pra jogar

Eu que sou desconfiado, fiquei ali de lado a reparar

O que estava escrito na camisa

(Era um tal de Besouro Mangangá!)

Ê Ê Ê Ah!

(Era um tal de Besouro Mangangá)

O que tava escrito na camisa?

(Era um tal de Besouro Mangangá)

 

vaqueiro

Ponha lá vaqueiro, ponha jaleco de couro

Ponha jaleco de couro, na porteira do curral

(Ponha lá vaqueiro, ponha jaleco de couro)

Ponha jaleco de couro, meu senhor mandou botar

Abalou

Abalou capoeira abalou, mas se abalou, deixa abalar

(Abalou capoeira, abalou)

Abalou deixa abalar

(Abalou capoeira, abalou)



o iaia

Ô Iaiá mandou dar uma volta só, Iaiá mandou dar

(Uma volta só)

Iaiá Mandou dar

(Uma volta só)

Volta danada

(Uma volta só)

camugere

Ê ê, ê ê!

Eu venci a batalha de camungerê!

(Ê ê, ê ê!)

Eu venci a batalha de camungerê!

(Ê ê, ê ê!)

o sim sim sim

O sim, sim, sim, o não, não, não

(O sim, sim, sim, o não, não, não)

Mas hoje tem, amanha não, hoje tem, amanha não

(O sim, sim, sim, o não, não, não)



mae amanha

Mãe amanhã eu vou, mãe amanhã chego lá

(Mãe amanhã eu vou, mãe amanhã chego lá)

Eh mãe amanha eu vou, vou pra roda de Angola jogar

(Mãe amanhã eu vou, mãe amanhã chego lá)

oh inacio

Oh Inácio, Oh Inácio, Mulher parida não come

(Oh Inácio, Oh Inácio)

Farinha do mesmo dia

(Oh Inácio, Oh Inácio)

Mas se comer, oh ela morre

(Oh Inácio, Oh Inácio)

criança

Não Bata na criança que a criança cresce

Quem bate não se lembra, quem apanha não se esquece

(Não Bata na criança que a criança cresce)

Que a criança cresce, e quem apanha não esquece

(Não Bata na criança que a criança cresce)



lemba ê

Lembá ê! Lembá! Lembá do barro vermelho,

Lemba do barro vermelho, Lembá do vermelho barro

(Lembá eh! Lembá! Lembá do barro vermelho)

pau pau pereira

Pau Pau Pereira, olha o pé da laranjeira

(Pau, Pau Pereira)

Olha o tronco da madeira

(Pau, Pau Pereira)

era besouro

Era Besouro, era Besouro, Alecrim cordão de ouro

(Era Besouro, era Besouro)

Trancini cordão de ouro

(Era Besouro, era Besouro)

Besouro cordão de ouro

(Era Besouro, era Besouro)



bom vaqueiro

Bom vaqueiro, bom vaqueiro. Bom vaqueiro pra meu gado

(Bom vaqueiro, bom vaqueiro)

Agora eu quero ver

(Bom vaqueiro, bom vaqueiro)

Vaqueiro você laçar

(Bom vaqueiro, bom vaqueiro)

vou me embora

Vou me embora vou me embora, vou me embora pra Angola

Vou me embora pra angola, berimbau já me chamou

(Vou me embora vou me embora, vou me embora pra Angola)

Vou me embora pra Angola, pois aqui não fico não

(Vou me embora vou me embora, vou me embora pra Angola)

mandou matar

Eu vi Jararaca no cajueiro, meu senhor mandou matar

(Eu vi Jararaca no cajueiro)

Meu senhor mandou matar

(Eu vi Jararaca no cajueiro)

Meu senhor mandou matar

(Eu vi Jararaca no cajueiro)



minha mandinga

Minha mandinga não dou pra ninguém, não dou pra ninguém, não dou pra ninguém

(Minha mandinga não dou pra ninguém)

Meu mestre me deu, eu não dou a ninguém

(Minha mandinga não dou pra ninguém)

tem um cidadao

Lá na ponte tem um cidadão

Ele pede eu dou

(Um aperto de mão)

Ele pede eu dou

(Um aperto de mão)

Ele dá eu dou

(Um aperto de mão)

sabia cantou

Sabiá Cantou, cantou cantou, cantou

(Sabiá cantou)

Na ladeira da Lapinha

(Sabiá cantou)

Cantou, deixa cantar

(Sabiá cantou)



xo xo sabia

Xô xô sabiá, deixa a fruta amadurar, sabiá

(Xô xô sabiá)

Deixa a fruta amadurar sabia

(Xô xô sabiá)

Oh deixa, amadurar, sabiá

(Xô xô sabiá  )

pimenta madura

Pimenta madura que dá semente, oh da semente, da semente

(Pimenta madura que da semente)

Da semente, da semente

(Pimenta madura que da semente)

calça de homem

Toma cuidado menino traquino, que calça de homem não da em menino

(Toma cuidado menino traquino)

Que calça de homem não dá em menino

(Toma cuidado menino traquino)



mamae eu vou

O mamãe eu vou pra lá, vou pra lá pra vadiar

(O mamãe eu vou pra lá, vou pra lá pra vadiar)

Eu vou ver mamãe vou ver, eu vou ver os angoleiros vadiar

(O mamãe eu vou pra lá, vou pra lá pra vadiar)

meu dinheiro

Ô me dá meu dinheiro, oh me dá meu dinheiro valentão

Ô me dá meu dinheiro valentão, que no meu dinheiro ninguém Poe a Mao

(Ô me dá meu dinheiro, oh me dá meu dinheiro valentão)

Ô me dá meu dinheiro valentão, lhe dou uma rasteira e te ponho no chão

(Ô me dá meu dinheiro, oh me dá meu dinheiro valentão)

Catarina

Catarina minha nega, onde ta que não lhe vejo

Na cozinha do canto, cozinhando caranguejo. Água no fogo sinhá...

(Catarina!)

Água no fogo ioiô

(Catarina!)

Água no fogo sinhá

(Catarina!)



minha comadre

Até você!

(Minha comadre!)

Falou de mim

(Minha comadre!)

Falou, falou

(Minha comadre!)

Falou que eu vi

(Minha comadre!)

sabe nadar

Ai Deus, ai mundo. Quem não sabe nadar, vai ao fundo

(Ai Deus, ai mundo)

Quem não sabe nadar, vai ao fundo

(Ai Deus, ai mundo)

urubu

Urubu peneirou foi na galha do pau. urubu peneirou

(Foi na galha do pau)

Urubu peneirou

(Foi na galha do pau)



onda vai

Onda vai, onda vem. Essa onda não pega, não mata ninguém

(Onda vai, onda vem)

Onda miúda não pega ninguém

(Onda vai, onda vem)

Essa onda vai e vem

(Onda vai, onda vem)

urubu come milho

Urubu come milho

(É conversa fiada)

Come milho

(É conversa fiada)

Urubu come vivo

(É conversa fiada)

bate dende

Iê! Bate dendê, eu quero ver você cantar oh dendê

(Iê bate dendê)

Meu patrão mandou bater, oh dendê

(Iê bate dendê)

Meu pilão é de madeira, oh dendê

(Iê bate dendê)



bota fogo

Bota fogo no canavial,

quero ver o patrão de raiva se queimar

(Bota fogo no canavial)

No canavial, no canavial

(Bota fogo no canavial)

Bota fogo no canavial

(Bota fogo no canavial)

maré maré

Maré maré, olha a baixa da maré

(Maré, maré)

Vou pra ilha de maré

(Maré, maré)

Maréque enche e que vaza

(Maré, maré)

ticum perere

Ticum pereré, pereré, pereré, ticum pereré

(Pereré, pereré)

Angola pereré

(Pereré, pereré)

Homem, menino e mulher

(Pereré, pereré)



escorrega

Quem não sabe andar, Pisa no Massapé e Escorrega

Pisa no Massapê e Escorrega, Pisa no Massapê e Escorrega

(Quem não sabe andar, Pisa no Massapé e Escorrega)

chamar para angola

Se chamar para Angola eu vou,

Chama agora que eu vou

(Se chamar para Angola eu Vou)

Mas me chama que eu já vou

(Se chamar para Angola eu Vou)

Vou buscar o meu amor

(Se chamar para Angola eu Vou)

pra homem menino e mulher é é

Eu conheci Seu Pastinha, também Canjiquinha e também Seu maré

(É é)

Ele me disse um dia

(É é)

Capoeira é pra homem, menino e mulher

(É é)

Pra menino e mulher