Adeus Santo Amaro

Vou ver lampiao na moita

 

Compadre amarra o bode

Que eu tambem amarro o meu

 

Nunca esqueço a historia

Do cangaceiro do sertao